• Pamela Nogueira

5 A COVID é um presságio

Atualizado: Mai 25

DE VOLTA AO JARDIM

Capítulo 5


Por vezes, nos meus momentos mais introspectivos, me questiono sobre a minha real importância em vida: se o que estou fazendo está seguindo na linha necessária e correta. Nossos passos são duvidosos quando observamos a dimensão e expansão deste universo. Como somos nada e, ao mesmo tempo, como somos tudo ao fazer parte do todo. Não somos chamamos à Deus para nada, e cada ser humano já nascido e que há de nascer teve o seu papel. Tudo está interligado - passado, presente e futuro -, nossa história já está traçada muito antes. Apesar de nosso livre arbítrio, Deus já nos conhece e já sabe das nossas futuras tomadas de decisões e para onde as mesmas nos levarão. O que acontece de bom é para ensino, assim como o que acontece de mau. A vida é um constante aprendizado para quem a observa, e usar das nossas experiências para buscar um caminho melhor é sinônimo de aprendizado e evolução.


No entanto, muitas vezes ficamos presos ao que acontece no amplo físico, e não sabemos como ligá-lo ao amplo espiritual. Como a COVID, por exemplo. Há meses atrás, viajei no carnaval para Chapada dos Veadeiros. Foi uma das melhores viagens em grupo para um lugar excepcional, que o trabalho me permitiu experimentar. Aqueceu o meu espírito ver que pude trocar tantos sentimentos bons junto àquelas pessoas, mostrar um lugar novo e deslumbrante, e saber que em cada momento fomos capazes de aprender tanto. Em contraste com aquele cenário positivo, pouco antes de pegar o avião de volta, tirei uma palavra na Bíblia para meditação e tive um aviso nem tão agradável de ler. Deus me avisava que eu seria provada e que a minha vida passaria por tribulações, e que, independente de como a situação apertasse, eu deveria me manter firme. Logo depois, o Covid se espalhou de maneira drástica pelo mundo e afetou diretamente o setor de turismo.


Não serei hipócrita a ponto de dizer que não estou preocupa - a forma como a pandemia afeta na vida de cada um mostra como não estamos preparados à crises. O próprio conceito do significado da palavra "crise" já a diz. Ela é variante a cada indivíduo e muito corrosiva para alguns. Vivemos em um cenário de pessoas contaminadas, pessoas contaminantes - aqueles que ignoram a pandemia de maneira arrogante -, poucos indivíduos esperançosos com o amanhã e muitos amedrontados que, por vezes, adoecem a própria mente. Apesar do meu conforto em saber que, antes de tudo isso começar, Deus já havia confortado o meu coração, em momentos mais difíceis onde meu foco não pode ser dividido, a crise também afeta o meu íntimo. O fato da minha mente não adoecer é apenas reflexo de ter sido acolhida e avisada por Deus, antes disso tudo começar.

Ontem à noite, quando me questionei sobre estar ou não perdendo tempo fazendo o que não preciso, mais uma vez fui confortada: segue o baile e faça o que um cristão precisa fazer (isso nas minhas palavras, mas o que tirei na Bíblia foi 1 Pedro, capítulo 3, versículo 11, rs). E isso é verídico: a gente ora, a gente pede, e Deus responde! Ponto final. Uma tarefa deve ser realizada por todo cristão: propagar a quem puder sobre a Verdade, da forma como esse capítulo no livro de Pedro informa. E não digo que é fácil. Vencer a minha versão de "lobo mau" é um trabalho diário. E essa luta só não é deixada de lado por saber, dentro das minhas experiências de vida, que existe um Deus, existe algo além desse mundo carnal, há um lado espiritual que não podemos ver, e a morte é apenas um fechamento de ciclo para algo novo. Pondo em pauta essa realidade e a pandemia atual, qual nosso papel cristão no meio disso tudo?


Muitos estão pregando sobre o ''fim dos tempos''. Esse discurso já foi utilizado e fracassado em outros momentos da história, como no Milenarismo, "Bug do Milênio", a peste bubônica e o calendário maia. Será mesmo que, desta vez, teremos o temível apocalipse às portas? Muitas profecias sobre a volta de Jesus já foram cumpridas, e ainda se cumprem. Vejamos algumas:


Mateus 24:6–8 diz:E ouvireis falar de guerras e rumores de guerras; olhai não vos perturbeis; porque forçoso é que assim aconteça; mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino; e haverá fomes e terremotos em vários lugares. Mas todas essas coisas são o princípio das dores”.

Tivemos algumas guerras e rumores eclodidos nos últimos anos: o conflito entre índia e Paquistão, derrubada do regime talibã - no Afeganistão, a invasão do Iraque pelos EUA, a guerra entre Israel e Palestina, o conflito recente entre EUA e Irã, dentre outras crises políticas e econômicas que fazem os países ameaçar e sofrer ameaças. A fome é um assunto presente em diversas regiões onde a diferença entre classes sociais é gritante. A África é um dos continentes mais afetados, com mais de 257 milhões de pessoas sem as necessidades básicas de sobrevivência sendo supridas. Terremotos já destruíram países e mataram centenas milhares de pessoas ao longo desses últimos 20 anos, mesmo com o avanço da tecnologia.


Joel 2:30–31 diz: “E mostrarei prodígios no céu e na terra, sangue e fogo, e colunas de fumaça. O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia de Jeová”.

Sempre houve no céu: eclipses solares e lunares. Recentemente, houve uma série de quatro luas de sangue, a superlua azul de sangue, a superlua azul de sangue de lobo, e assim por diante. Os incêndios recentes nas florestas da Austrália fez subir colunas de fumaça e gemer toda a criação - sobre o sofrimento da criação, é registrado algumas vezes na Bíblia. E a peste de gafanhotos que volta e assola a África Ocidental? Muitos massacres também somaram à história sangue inocente, nos últimos dez anos (https://oglobo.globo.com/mundo/os-piores-massacres-dos-ultimos-dez-anos-no-mundo-5697775).

Mateus 24:12 diz: “E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará”.

Que o mundo está banhado em corrupção, violência e egocentrismo, não preciso nem entrar em delongas justificadas.

Mateus 24:4–5 diz: “Respondeu-lhes Jesus: Acautelai-vos, que ninguém vos engane. Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; a muitos enganarão”.

Há uma lista de vários falsos Cristos que já surgiram na história (https://overbo.news/falsos-cristos-famosos/), e de outros que ainda estão entre nós arrastando multidões ao engano (https://www.jmnoticia.com.br/2016/08/04/quem-sa-os-dois-falsos-cristos-mais-recente-da-historia-que-tem-arrastado-multidoes-no-mundo-confira/). Os links em parênteses podem explicar melhor sobre os falsos profetas e Cristos que já fizeram cumprir mais uma profecia sobre a volta de Jesus.



Honestamente, ninguém sabe sobre quando será cumprida todas as profecias e quanto tempo levará até que Jesus verdadeiramente retorne. Por isso, falar e pregar o apocalipse dentro das condições atuais é extremamente delicado. A COVID-19 pode não ser o fim do mundo, mas certamente está ligado a ele, assim como diversos outros presságios que já se cumpriram ao longo dos séculos - não necessariamente nos dias de hoje. Um exemplo de um presságio cumprido bem antigo foi a destruição de Jerusalém. Jesus falava com seus discípulos que “Não fi­ca­rá pe­dra so­bre pe­dra que não se­ja der­ru­ba­da (Lu­cas, 21:6)". No ano de 70 d.C., Tito - futuro imperador romano - foi responsável pela morte de cer­ca de 1.100,000 ha­bi­tan­tes e destruiu o templo tijolo por tijolo a procura de ouro entre as pedras da construção.


Um dia para Deus é como um ano, cem anos, um milhão de anos... Podemos estar apenas no princípio das dores, ou estar de cara com uma tribulação ainda pior. Independente de qual parte da história nós estamos, temos que fazer o mínimo: cumprir o nosso papel aqui, pois muita gente está exposta e sem bases confiáveis. E também importante é confiar em Deus e não nos permitir adoecer a mente com medo do que virá.


Em 2008, a escritora Sylvia Browne, descreveu em um dos seus livros que "por volta de 2020, uma doença grave do tipo pneumonia se espalhará por todo o mundo, atacando os pulmões e os brônquios e resistindo a todos os tratamentos conhecidos. [...] Quase mais desconcertante do que a própria doença será o fato de que ela desaparecerá tão rapidamente quanto chegou, atacará novamente dez anos depois e depois desaparecerá completamente [...]”. Esta é mais uma das profecias que se cumpriram. Na minha família, muitas vezes tivemos visões, como meu avô que já sabia que morreria pouco tempo antes de acontecer; escrevi sobre isso no capítulo anterior. Minha tia Ziane já teve inúmeras revelações, premonições, avisos, e assim por diante - teria que escrever um livro inteiro somente com as experiências vivas que ela teve. Tremendo demais! Deus usa quem precisa, e quando precisa, para que a história se cumpra da forma como se deve.


Sempre retiro palavras para meditação. Logo no início da quarentena, Deus me deu o capítulo 26, em Isaías, para estudar um pouco. "Vai, pois, povo meu, entra nos teus quartos, e fecha as tuas portas sobre ti; esconde-te só por um momento, até que passe a ira." Incrível como Ele é perfeito em tudo e como nos esclarece no momento certo. Não podemos estar cegos ao que acontece: o mundo está passando por uma mudança que já estava prevista. Nossa confiança deve estar ligada a Cristo, em saber que Ele não desampara a quem o busca, quem nEle crê e vive seus ensinamentos. Eu precisei de toda a minha vida para entender que os propósitos de Deus são bem maiores; que por amor ou temor, Ele continuará poderoso em sua forma e dimensão, independente dos meus valores e ações.


Não deixe de buscar, amigo. Não deixe de procurar respostas em Deus todos os dias. Conectar a sua mente no que acontece no céu e ao redor dos anjos e espíritos bons, em conversar com Deus de forma íntima e observar o que acontece à sua volta. Carne e espírito são uma junção do todo, eles não estão separados e o que acontece aqui é o cumprimento do que já estava escrito no mundo espiritual. Observe a vista, as pessoas, o cenário político e o mundo como um todo: tudo se cumpre, pois a Verdade é uma só. Independente de você e de mim, ela já está acontecendo desde que o mundo é mundo. Está na cara de todos, mas aceita quem quer. Quem tem ouvidos...?!


Nunca é tarde.

32 visualizações
Inscreva-se!

Vila Velha, Espírito Santo

  • Instagram - Black Circle
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now